Passeios Gourmet: No bife do The Ribs é tão importante o molho como a carne

- publicidade -

O The Ribs, na Ribeira, foi pensado antes da pandemia e concretizado logo que possível. Está aberto desde junho. Não houve cataclismo que travasse a vontade de Bruno Bastos em continuar a ideia de gastronomia que tem para oferecer à cidade do Porto. Este restaurante é o irmão mais novo do Bota e Bira, na Rua do Comércio do Porto que serve comida tradicional e carnes maturadas. Fica um ao lado do outro, e fica mesmo ao lado. O The Ribs, assume a carne em definitivo, mas não se limita à vitela, vaca e maturações bovinas. Aliás, a palavra ribs leva-nos sempre para o imaginário das costelas do porco e do barbecue americano, aqui servidas a sair do osso com um empurrão do garfo, grande suculência quase cremosa e um molho doce e saboroso feito dentro de portas.

O The Ribs

As costelinhas assadas são muito boas, mas não é disso que eu quero falar nesta crónica. Quero sim explorar uma das pérolas da casa que é o bife com molho de ervas, como vem anunciado na ementa. A carne é um grande pedaço de filet mignon, (ou vazia, como lhe chamamos em Portugal), de animal jovem, cor leve e sabor delicado. Vem fatiada e chegou sempre à mesa no ponto pedido, o que demonstra que a casa conhece bem as cozeduras. Isto, digo eu, desde que o ponto médio seja o sabor mais passado que se possa pedir: carne desta bem passada é estragar a peça e deitar dinheiro fora.

O bife com molho de ervas não se pode perder

O molho de ervas é o orgulho do chef Bruno e está muito bem conseguido. Pasta cremosa de ervas em manteiga, muito aromática, e equilibrada. O molho revela-se intenso na boca, ácido e fresco no final. Remete-nos para o receituário francês, que tão exímio é na composição de molhos. Este, do the Ribs, acaba por ser uma adição do cosmopolitismo internacional à gastronomia da cidade do Porto, que devidamente integrada no seu contexto, tanto precisa. No prato, quando se combinam as duas coisas, carne e molho, percebemos bem o título deste texto.

Como acompanhamentos, tive a oportunidade de comer o bife com batatas fritas em algumas visitas e arroz de enchidos numa outra. As batatas são cortadas em casa, chegam sequinhas e boas de sal. Já o arroz de enchidos, seco e solto, com muito sabor às carnes e ao açafrão das índias como toque final, é uma boa guarnição à carne. A terceira alternativa é uma salada mista de alfaces e rúcula ligeiramente amarga e bem temperada para equilibrar o palato.

O bife e o molho

Recomendo ainda, para quem chegar cheio de fome, um cacete de enchidos para aperitivo, fatiado tipo um grande pão de alho e que só pode ser pedido para partilhar entre muitos.

Para acompanhar o bife, o The Ribs tem boas cervejas à pressão, como a gastronómica Inedit e uma lista de vinhos curta, mas com boas opções. Cocktails e sangrias também estão disponíveis e poderão ainda ter uma oferta mais alargada em breve. O serviço é muito atencioso e preocupado em explicar as ofertas da casa aos clientes.

Aparentemente, nada é novo no The Ribs, eppur si muove, tudo se mexe de modo a proporcionar aos clientes uma experiência igual e diferente no centro do Porto.

- publicidade -