InícioEspeciaisPasseios GourmetValentina’s numa encruzilhada

Valentina’s numa encruzilhada

Published on

Passar na rua e observar o interior do Valentina’s pelas janelas é cativante. A sala é grande, há um espaço bestial com uma decoração naturalista, floral e tonalidades verdes quentes. As mesas tipo bistro estão bem afastadas umas das outras. Entramos pelo lobby do hotel, num espaço fluído entre trabalho, descanso e lazer e somos transportados para a vivência cosmopolita do centro da Europa com um toque do mediterrâneo. Tudo no espaço é quente e confortável. O serviço será cuidadoso e sereno.

Este espírito mediterrânico, contudo, parece gerar confusão nas propostas culinárias. A cozinha não sabe se quer ser italiana ou espanhola, aspeto mais evidente nas entradas e pratos para partilhar. A lista leva-nos a vários sítios, por vezes no mesmo prato. Parece que o Valentina’s quer ser muitas coisas. Será que consegue?

Mal me sento, a proposta de couvert é azeitona da Sicília, manteiga trufada (sem pintinhas) e focaccia. Grande e verdinha, a azeitona é suave, pouco curtida, ligeiramente avinagrada e com final doce. Um bom começo.

Boa nota para os croquetes de presunto, estaladiços por fora, com sabor ao dito bem presente um creme macio a complementar.

Uma das entradas mais interessantes da lista é a mortadela trufada em massa de pizza. Em cima desta, uma mortadela de Bolonha leve e a trufa por cima em pedaços. A trufa era daquelas que cheira mais do que sabe, contagiante pelo nariz e que fica ótima neste prato. Gosto de ver como uma adição de ingredientes tão simples cria uma entrada tão boa.

Outra das entradas são os ovos rotos. Aqui, o aroma trufado domina. É a terceira vez que falo em trufa ou nos seus sucedâneos polémicos. Parece haver uma tentação grande do Valentina’s neste produto, chamativo ao olhar na ementa, mas repetitivo quando se come de tão intenso que é. As batatas em palitos muito finos e crocantes e um presunto espanhol bom, seco e equilibrado fazem destes rotos um prato bem feito, mas que precisa de equilíbrio.

Também havia no menu de verão um brioche com creme de gambão, um lobster roll transformado em shrimp roll que contribuía para o cosmopolitismo das propostas através do popular snack da Nova Inglaterra. O brioche era levemente doce e fofo, acompanhado por um creme morno e intenso a marisco, com muito sabor. Falo dele porque era uma proposta que devia regressar à lista à primeira oportunidade.

Nos principais, a coisa é mais italiana. A lista divide-se entre as pizzas, as massas e as proteínas. Há dois pratos “no queijo pecorino”, aquela finalização na sala de envolver o prato num queijo aberto para o comensal ver: a carbonara e o risotto de ceps (voltamos a Espanha!). Para mim, este empratamento desequilibra um prato que já vem feito da cozinha na quantidade certa de sabor e sal. Envolver tudo durante uns minutos em queijo picante e intenso a derreter é criar uma bomba de umami e sal, demasiada, e que torna a coisa fatigante. Foi o que aconteceu. É bonito, mas raramente funciona.

Outra coisa são os raviolis com burrata e tomate. Todos os sabores estão definidos num molho bem puxado e limpo. A massa final é bem cozida sem passar do ponto. É um prato que nos remete para uma Itália cheia de personalidade e elegância.

Nas carnes, a milanesa é uma boa proposta. O panado de carne branca é grande e crocante, com uma farinha panko que não falha na oferta de uma textura diferente e pouco habitual entre nós. Vem acompanhado de umas batatas fritas apaixonantes e um ovo bt no ponto, em cima do bife, mas que me parece estar a mais, sem saber bem o que se fazer com ele.

No fim, tenho de admitir que a experiência é transalpina. É possível que o menu tenha influência e pisque o olho aos outros espaços do grupo onde está instalado, todos em Espanha.

Daí estar nesta encruzilhada de Itália com cheiro a Espanha, de onde parece não querer sair.

As visitas dos Passeios Gourmet  aos locais visados nas crónicas são anónimas e pagas antes da sua publicação no Globalnews.pt

Valentina’s
Rua das Oliveiras, 48, Porto
229766745
valentinasporto.com

últimos artigos

FC Porto bate Ac. Viseu e tem encontro marcado com o Sporting na final

O FC Porto está mais uma vez na final da Taça da Liga, troféu...

A quarta temporada de Succession tem estreia marcada para março

A série de drama da HBO Original vencedora de Prémios Emmy®, SUCCESSION, criada por Jesse...

Brasília com reabilitação em curso

A reabilitação do Brasília vai mesmo acontecer. O arranque das obras é feito precisamente...

Museu da Magia nasce em Ermesinde no Dia do Ilusionista

O Museu da Magia vai ser oficialmente inaugurado no próximo dia 31 de janeiro,...

mais artigos

FC Porto bate Ac. Viseu e tem encontro marcado com o Sporting na final

O FC Porto está mais uma vez na final da Taça da Liga, troféu...

A quarta temporada de Succession tem estreia marcada para março

A série de drama da HBO Original vencedora de Prémios Emmy®, SUCCESSION, criada por Jesse...

Brasília com reabilitação em curso

A reabilitação do Brasília vai mesmo acontecer. O arranque das obras é feito precisamente...