9.7 C
Porto
Sexta-feira, Novembro 26, 2021
- publicidade -
EspeciaisPasseios GourmetCinco bebidas para este agosto no Porto

Cinco bebidas para este agosto no Porto

-

- publicidade -

O Porto do agosto tranquilo há muito que já lá vai. A debandada dos locais para veraneio que durante anos esvaziaram a cidade é agora compensada pelos turistas que agitam as ruas e as esplanadas durante o dia, e à noite.

Esta troca trouxe elegância à cidade. Há hoje uma variedade de pratos, bebidas e receitas que nos eram vedadas no passado por falta de consumidores e agora há quem venda champagne a copo e invista em sangrias com boas matérias-primas. Em muitas casas da cidade bebem-se coisas diferentes, retemperadoras, elegantes e divertidas. É isso que queremos no verão: relaxar, provar e experimentar coisas diferentes. Se o pudermos fazer “em casa”, ainda melhor.

Vamos então às propostas que vos deixo para estes dias de agosto e, quem sabe, até ao final da saison de veraneio na invicta. Por cada bebida acresce uma esplanada.

O Bellini do Nicolau. Entalado numa esquina na zona de Carlos Aberto, cheio de luz e leveza, o Nicolau Porto é um bom spot para este verão, mas enche depressa. De qualquer modo, vale a pena esperar para tomar como aperitivo antes da comida ou a meio da tarde, o clássico cocktail Bellini e observar a agitação da rua ou conversar. O Bellini é uma harmonização feliz entre espumante e puré de pêssego, bebida fresca e frisante. No Nicolau é servida muito refrescante e elegante, sendo possível perceber na prova o equilíbrio entre os dois elementos do cocktail, a intensidade do espumante e a doçura do pêssego.

A 1906 Red Vintage no Guindalense. Com o espírito e personalidade intactos e sobrevivendo ao avanço de alguns turistas, a esplanada do Guindalense continua a oferecer uma das mais lindas vistas da cidade do Porto através do impacto da ponte Luiz I no casco antigo. Acresce que o Guindalense tem também uma seleção de cervejas pouco habituais para uma coletividade local. Pedir uma 1906 Red Vintage, da cervejeira Estrela Galicia, é uma opção para fugir à vulgaridade dos finos sempre iguais. A cerveja é avermelhada é muito intensa, com toques torrados. Os 8 graus de álcool ajudam a equilibrar o seu sabor, mas é necessário beber sem pressa para aproveitar toda a experiência.



A flute de Drappier no Habitat. Reforço esta recomendação já feita aqui, aquando da proposta de brunch no Habitat. Local moderno de decoração minimalista, tem na sua lista de bebidas, o Drappier brut nature à flute, capaz de apaixonar e dar conforto a todos os amantes de Champagne. É raro encontrar um champagne tão bom a copo. Confirma-se a tendência atual de se beber espumantes com menos açúcar e o frescor e intensidade de sabores deste Drappier combina na perfeição com a vista sobre a Cantareira que se pode ver da esplanada.

A sangria branca no L’Kodak. Se falamos de esplanada, é difícil superar o impacto da do L’Kodak sobre o mar de Leça da Palmeira e da praia do aterro. Num local onde toda a decoração é pensada para nos fazer sentir bem e relaxados, cheia de motivos mediterrânicos e exóticos, destaca-se a imponente sangria branca nas bebidas de verão. Para coincidir também com o espaço, é complexa, com muita fruta e tem um final doce.

Um Oloroso na barra do Prova Wine Bar. De volta à Ribeira do Porto, o Prova Wine bar reabriu para este verão com um desafio peculiar para os palatos portuenses e estrangeiros: uma barra de Jerez ao final do dia. Assim podemos todos conhecer melhor e aproveitar esta pérola perdida do sul de Espanha, que tão mal tratada é em Portugal. Entre Manzanillas, Finos e Olorosos, os mais secos para começar, entre “sacas únicas” e “ramas”, o Prova Wine bar abre uma porta moderna e atualizada para o mundo fantástico deste vinho licoroso espanhol, cujo caminho foi feito a par com o Porto, durante centenas de anos no mercado inglês.

Permita a meteorologia um agosto mais quente que o primaveril julho portuense, e este roteiro é certamente um oásis de verão para quem anda pela cidade. Pode ser que para o outono haja mais propostas líquidas para circular pelo grande Porto, quem sabe?

Paulo Russell-Pinto
Crítico gastronómico, cronista de comida e vinhos desde 2010 e autor de um guia de restaurantes da cidade do Porto. Autor de textos e artigos nos sites Globanews.pt, Etaste, e-book e revista comer.

Leia de seguidarelacionados
Recomendamos para si

Últimas Notícias

Banco Alimentar do Porto arranca com nova campanha de recolha de alimentos

Este fim-de-semana, 27 e 28 de novembro, a Campanha de Recolha de Alimentos, promovida pelo Banco Alimentar Contra a Fome...

Praça da Batalha recebe o Mercado de Natal até final do ano

A cidade do Porto prepara-se a toda a velocidade para o Natal. Vai daí, a Praça da Batalha vai...

Altice International Innovation Award anuncia vencedores com projetos reconhecidos na Academia e Startups

Já são conhecidos os vencedores da 5.ª Edição do Altice International Innovation Award, evento de referência nacional na área...

Natal com clássico entre FC Porto e Benfica nos oitavos da Taça de Portugal

FC Porto - Benfica é o jogo grande dos oitavos de final da Taça de Portugal. O calendário ficou...
- publicidade -

Teletrabalho obrigatório de 2 a 9 de janeiro, certificado digital para restaurantes, ginásios e hotéis. Saiba todas as medidas

No final da reunião de Conselho de Ministros, o Primeiro Ministro António Costa falou ao país sobre as novas...

Bicla&Metro. Parques próprios para bicicletas disponíveis nas estações de Metro

A Metro do Porto disponibiliza a partir de hoje o serviço Bicla&Metro. Dirigido a quem utiliza o Metro e...

Leitura Obrigatória

00:27:53

Verónica Show com Iolanda Grenha

Verónica Show com Iolanda Grenha
- publicidade -