- publicidade -

“O que se jogou não pode ser anulado, está jogado. Se resolvermos que não haja mais campeonato, podem por decreto entregar o campeonato a quem querem”, afirmou o presidente do FC Porto, Pinto da Costa, em declarações aos jornalistas, à saída de uma audiência sobre o Porto Canal com o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, no Palácio de Belém.

O presidente azul e branco defendeu que caso a Liga não regresse, o FC Porto deve ser declarado vencedor. “Se o FC Porto seria justo vencedor nesse caso? Parece-me que o que tem sido feito, nos campeonatos que acabam, é que conta a classificação que está”, rematou.

“A própria federação e a liga já o mostraram, quando interromperam o campeonato da II Liga e quem subiu foi quem estava em primeiro e segundo quando o terceiro ainda podia subir”, lembrou Pinto da Costa.

Comentários

comentários

- publicidade -