- publicidade -

Conhecido por ser a principal estrela do PSG, clube que ajudou a levar até à final da última edição da Liga dos Campeões, o craque brasileiro Neymar Jr. parece ter alguns talentos que vão muito para além do drible, da visão de jogo, e da habilidade para marcar golos que demonstra dentro de campo. Um deles é certamente o talento para o poker, até porque o avançado da selecção do Brasil tem vindo a conseguir alguns resultados surpreendentes em torneios oficiais da modalidade. Um jogo cada vez mais popular em todo o mundo, o poker tem vindo a crescer muito nos últimos anos, e conta com uma cena muito activa de jogadores profissionais, assim como com cada vez mais marcas que exploram o poker em formatos reais (casinos e casas de jogo) ou online (através de sites licenciados).

Torneio de poker online contava com mais de 700 participantes

Numa foto que partilhou nas redes sociais, Neymar Jr. demonstrou que vencer é um hábito que nunca se perde, quando divulgou que tinha acabado de terminar em primeiro lugar num torneio de poker online que contava com mais de 700 outros participantes. Os valores do torneio não representam muito para um futebolista profissional como Neymar, que está entre os mais bem pagos do mundo. Mas com uma aposta de menos de €4, Neymar conseguiu mesmo conquistar o prémio final de cerca de €2.300. Não representa quase nada para um atleta que factura mais de 36 milhões de euros todos os anos (sem contar com patrocínios e prémios individuais), mas não deixa de ser um marco na já consolidada “carreira” de jogador de poker de Neymar Jr.

Afinal, esta está longe de ser a primeira vez que os caminhos de Neymar Jr. e do poker se cruzam. Um dos atletas mais famosos e respeitados do mundo, Neymar já esteve envolvido em múltiplas campanhas da modalidade, uma das quais contou com a presença da modelo portuguesa Sara Sampaio. Uma grande marca de poker decidiu emparelhar duplas improváveis para um série de pequenos duelos (também conhecidos como heads-up) e, enquanto que Neymar enfrentou Sara Sampaio, o português Cristiano Ronaldo também se juntou à campanha, para tentar a sua sorte frente a Aaron Paul, actor norte-americano principalmente conhecido por ter entrado na série Breaking Bad. Anteriormente, Neymar já tinha participado num torneio solidário de poker, em que acabou por disputar a final frente ao conceituado profissional brasileiro André Akkari, que também trabalha como jornalista, autor, e influencer.

O poker e o futebol são modalidades paralelas em muitos aspectos. Ainda que o poker dispense a componente física que é fundamental para o futebol, ambos os jogos são disputados no limite e exigem nervos de aço. Talvez isso explique por que tantos futebolistas se interessam pelo poker, e por que tantos acabam por ser bem-sucedidos na mesa de jogo.

Outros casos de futebolistas que já ganharam no poker

Se Neymar é um promissor aprendiz do jogo do poker, Gerard Piqué é capaz de ser um dos mestres. O defesa-central do Barcelona já ganhou tudo o que havia para ganhar no mundo do futebol, incluindo um Mundial ao serviço da Espanha. Mas nos seus tempos livres, o influente jogador da Catalunha aprecia participar em torneios oficiais de poker. Sem medo de tentar a sua sorte frente aos melhores jogadores da modalidade, Piqué tem conseguido alguns resultados impressionantes no EPT, e em particular nos EPT de Barcelona. E ao contrário de Neymar, Piqué pode-se orgulhar do dinheiro que já conseguiu ganhar na mesa de jogo. Só em 2011, levou para casa um montante superior a 50 mil dólares, o que não deixa de ser um saque relevante, mesmo para um milionário como Gerard Piqué.

Há mais de uma década atrás, também o ex-avançado inglês Teddy Sheringham fazia dezenas de milhares de libras na mesa de jogo. Antes de Mohamed Salah ter repetido o feito frente ao Leeds United, Sheringham era o único futebolista que tinha sido capaz de marcar de forma consecutiva em 4 jornadas iniciais da Premier League, a principal competição de futebol de Inglaterra. Mas longe do relvado, o carismático avançado também conseguia marcar alguns “golos”. Num main event do WSOP, uma espécie de Liga dos Campeões do poker, o talentoso Sheringham arrecadou um glorioso décimo-quarto lugar, que lhe valeu um prémio superior a 66 mil dólares.

Com menos presença nos circuitos profissionais mas com um gosto peculiar pelo poker, temos também o exemplo de dois Ronaldos. Não só o nosso, Cristiano, que está entre os principais promotores do clássico jogo de cartas, mas também o Ronaldo brasileiro, conhecido como o Fenómeno, que é um apaixonado pelo poker desde os seus tempos no Real Madrid. Hoje reformado, Ronaldo continua a participar em alguns torneios solidários e oficiais, sendo que as Bahamas (onde se encontra um dos mais luxuosos casinos de poker do mundo) são o seu destino favorito.

- publicidade -