Uma ‘degusta… som’ – Tributo musical aos vinhedos vai ecoar nos socalcos do Douro através do Wine & Music Valley em Setembro

DR
- publicidade -

Baco, é certo, estará omnipresente. Trata-se, antes de mais, de uma proposta plena de ousadia que consagra uma fusão interessante entre os vinhos, a gastronomia e a música. Um vértice feito ferramenta de divulgação e promoção turística do Douro e que trará a Portugal uma lenda viva do meio musical: trata-se de Brian Ferry, do ex-vocalista marcante dos Roxy Music, também conhecido por Mr. Charme. A acção contudo está muito longe de se confinar à vinda do músico até às nossas paragens. Na verdade, o Wine & Music Valley ambiciona ser o primeiro grande festival inspirado pelo vinho a nascer na região duriense e terá como palco o Porto Comercial de Cambres, em Lamego, nos próximos dias 14 e 15 de Setembro.

Uma ‘degusta… som’ - Tributo musical aos vinhedos vai ecoar nos socalcos do Douro através do Wine & Music Valley em Setembro | Baco, é certo, estará omnipresente. Trata-se, antes de mais, de uma proposta plena de ousadia que consagra uma fusão interessante entre os vinhos, a gastro Global News Portugal
DR

A apresentação do evento, que trará ao Wine & Music Festival nomes como Mariza, Salvador Sobral, António Zambujo, DJ Vibe e Rui Vargas no primeiro dia, bem como os Xutos e Pontapés, Carolina Deslandes, Seu Jorge e Wet Bed Gang no segundo, decorreu, em pleno Douro (a percorrer o rio entre as margens de Porto e Gaia) esta semana, num navio fretado para o efeito. À medida que a embarcação ‘desatava os nós’ a organização ia desfi(l)ando o programa, que teve direito à actuação musical, em momentos distintos, dos projectos emergentes consagrados por Tainá e pelos Serushiô (o projecto de Sérgio Silva e José Vieira, que conta ao vivo com a presença de Yoyo Borobia – a integrante feminina esteve de resto presente nesta actuação- e ainda com Edys da Silva).

Uma ‘degusta… som’ - Tributo musical aos vinhedos vai ecoar nos socalcos do Douro através do Wine & Music Valley em Setembro | Baco, é certo, estará omnipresente. Trata-se, antes de mais, de uma proposta plena de ousadia que consagra uma fusão interessante entre os vinhos, a gastro Global News Portugal
DR

A acrescentar aos aspectos referenciados existe ainda um tópico nada negligenciável: o festival vai decorrer em plena época de vindimas na região, o que constituirá um motivo-extra de atracção. O móbil de toda esta epifania marcada para meados do mês de Setembro só poderia ser o vinho, daí que as actividades ligadas ao enoturismo se multipliquem ao longo do final de semana: as provas de vinhos vão naturalmente campear, a possibilidade de oferecer o corpo aos benefícios da vinoterapia está de igual forma contemplada e como também já se sabe que é uma mercê para fortalecer os membros inferiores, os participantes vão ter a possibilidade de pisar uvas.

Isto para além de poderem desfrutar de um palco especial o Chef’ Stage, um local onde impera a confecção culinária, com a possibilidade de degustações variadas e contactos com chefes nacionais, que irão cozinhar no momento, ao vivo e a cores.

Luís Pedro Martins, presidente do Turismo do Porto e Norte de Portugal (TPNP) salientou, no decurso da apresentação, um dos desígnios subjacentes à criação do festival: “Temos que ter, para além das paisagens e das pessoas, conteúdos”, sublinhou. E, de igual modo, enfatizou na mesma linha de pensamento: “O que nos faz falta no Douro é festa.”

Uma ‘degusta… som’ - Tributo musical aos vinhedos vai ecoar nos socalcos do Douro através do Wine & Music Valley em Setembro | Baco, é certo, estará omnipresente. Trata-se, antes de mais, de uma proposta plena de ousadia que consagra uma fusão interessante entre os vinhos, a gastro Global News Portugal
DR

Por seu turno, Ricardo Acto, representante da Better World, empresa que produz o Rock in Rio, revela maior cuidado na questão mais atinente aos acessos ao festival, uma iniciativa que também reserva a particularidade do público poder chegar ao sítio com recurso à via fluvial. “Estudamos o plano de mobilidade e vamos apresentar durante as próximas semanas todas as possibilidades de chegar ao local”, anunciou aquele responsável.

As forças vivas da região e as entidades públicas como o Turismo do Porto e Norte de Portugal e a CIM do Douro, assim como as privadas que incluem as empresas de produção vinícola vão suportar “Um valor de aproximadamente dois milhões de euros, uma cifra considerável para uma primeira edição e, face aos apoios que têm vindo a surgir, poderemos acrescentar um pouco mais a este orçamento disponível”, defendeu Manuel Osório, um dos promotores do evento.

Uma ‘degusta… som’ - Tributo musical aos vinhedos vai ecoar nos socalcos do Douro através do Wine & Music Valley em Setembro | Baco, é certo, estará omnipresente. Trata-se, antes de mais, de uma proposta plena de ousadia que consagra uma fusão interessante entre os vinhos, a gastro Global News Portugal
DR

Esperam-se no recinto disponibilizado para o efeito, com cerca de seis hectares de terreno, 15.000 pessoas em cada um dos dias do festival. O Wine & Music Valley conta assim com o apoio à produção da Better World cujas credenciais firmadas com o Rock in Rio garantem fiabilidade à montagem, gestão e manutenção dos equipamentos e à segurança, bem como a outros aspectos relacionados com a contratação e a garantia de presença e bem-estar dos artistas presentes.

Os bilhetes já estão disponíveis desde o dia 18 de Junho, com direito a desconto a quem os adquirir por antecipação, que deste modo desembolsará apenas 25 euros. De igual modo disponível está a opção de passe para os dois dias do Wine & Music Festival cujo preço de entrada é de 40 euros. Agora é só proceder à ‘degusta… som’.

Comentários

comentários

Powered by Facebook Comments

- publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.