“Uma vergonha para o hóquei em patins, estragaram o maior espetáculo”

créditos: José Lacerda

O Benfica recebeu o venceu o FC Porto por 4×3, este sábado, no pavilhão da Luz. No final da partida, Eurico Pinto, diretor para o hóquei em patins do FC Porto e Guillem Cabestany, treinador dos dragões foram à sala de imprensa fazer duras críticas à equipa de arbitragem.

Eurico Pinto afirmou não ter “palavras para exprimir o que se passou aqui no Pavilhão da Luz. Esta equipa do FC Porto trabalha horas e horas durante a semana e hoje veio aqui ser gozada por dois senhores (árbitros). Isto que se passou foi uma autêntica roubalheira”.

“Para mim, isto não é um hino ao hóquei. Foi uma equipa que jogou e quis jogar hóquei contra uma equipa que usou e abusou das armas  que sabe usar, as simulações, pois tem dois ou três jogadores que são do pior que existe a nível mundial, que gozam com o trabalho dos colegas de profissão”.

“Os dois senhores que vestiram de amarelo gozaram com uma equipa que o FC Porto tem muto orgulho em ter. Não nos vão deitar abaixo, pois nós continuaremos a lutar. Isto ultrapassou os limites, com uma dualidade inacreditável de critérios ao longo dos 50 minutos”.

“O FC Porto não admite ser gozado. Peguem na cassete deste jogo e mostrem a todos os árbitros como exemplo do que se faz de mau na arbitragem, e com que tendência”.

Já Guillem Cabestany, técnico dos dragões, começou por elogiar os seus jogadores. “Estes jogadores do FC Porto que conseguiram chegar ao último segundo do jogo com um 3-3 merecem um monumento, para todos eles, no Museu do FC Porto”.

“A maior vergonha a que assisti em toda a minha vida numa pista de hóquei em patins. Uma vergonha para o hóquei em patins, estragaram o maior espetáculo. Isto foi uma merda, uma merda para o mundo do hóquei em patins”, disse o técnico espanhol ao serviço dos dragões.

“Hoje batemos o recorde mundial de cartões azuis. Por isso, não se pode pedir uma análise a um jogo que não foi de hóquei, foi um jogo de simulações e de jogar 3 contra 4 durante não sei quantos minutos”.

“É impossível analisar o jogo face ao que se passou lá dentro. Isto foi tudo menos um jogo de hóquei em patins. Foi terrível, foi um escândalo do primeiro ao último segundo”.

Comentários

comentários

Powered by Facebook Comments