- publicidade -

estónia calçada portuguesa

Sete cidadãos oriundos de uma escola profissional da Estónia (localizada na ilha de Hiiumaa), efectuaram um estágio de curta duração, em S. Lázaro, totalmente gratuito, com a finalidade de uma especialização na sua área de formação. Deste modo, os habitantes da União de Freguesias de S. Lázaro e S. João Souto foram surpreendidos nos últimos dias, com a presença deste grupo de profissionais que recuperaram e construíram algumas calçadas à portuguesa existentes na freguesia.

Para além de uma experiência profissional fora da sua zona de conforto, os participantes conheceram e aprenderam com o “modus operandi” desenvolvido em Portugal.

Todos os participantes realizaram o intercâmbio ao abrigo do programa Erasmus+ e da entidade “Braga Mob”. O programa Erasmus+ fomenta o aumento qualitativo da educação, do desporto e da formação na Europa, tendo como finalidade propiciar o crescimento e o emprego, promovendo a igualdade e a inclusão social; domínios preponderantes no âmbito das Estratégias Europeias de combate aos problemas socioeconómicos.
Os estudantes estiveram em Portugal durante 15 dias e regressaram ao seu país no dia 14 de abril.

No momento em que terminavam os trabalhos de construção de uma das calçadas, na Rua Sá de Miranda, com a presença do Vice-Presidente da CMB, Firmino Marques, o presidente da União das Freguesias de S. Lázaro e S. João do Souto elogiou o trabalho feito por aquele grupo oriundo da Estónia e agradeceu o apoio dado por Tiago Costa, da “Braga Mob”, para a concretização deste intercâmbio.

Para João Pires, o trabalho realizado na recuperação das calçadas é visto pelos fregueses de S. Lázaro e S. João do Souto como um contributo para o embelezamento dos nossos passeios e para o aumento da segurança dos cidadãos. 

- publicidade -