DR
- publicidade -

‘E Se…?’ é uma obra infantojuvenil escrita por Raquel Garcez Pacheco e ilustrada por Bárbara Neto. Depois do lançamento no Porto, e da apresentação na mítica livraria Bertrand do Chiado, em Lisboa, o livro – editado pela Sana Editora -, dá-se a conhecer aos visitantes na Feira do Livro do Porto. O evento literário decorre até 22 de setembro, nos Jardins do Palácio de Cristal, e já arrancou no dia 6 de setembro. A inauguração contou com a presença do Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, que foi surpreendido pela escritora ao presenteá-lo com o livro ‘E SE…?’, dedicando a obra aos seus netos. O penúltimo dia da feira promete novas surpresas.

Este ano, o grande festival literário portuense conta com 130 pavilhões, uma exposição e várias atividades. Ao longo dos vários dias da feira, o público poderá encontrar o livro infantil ‘E Se…?’ nos pavilhões da Companhia das Artes | Afrontamento Edições (stands 126, 127, 128) e, também, no stand da Rota do Livro (108,109). No dia 21 de setembro, está agendada uma sessão de autógrafos com a escritora e a ilustradora, às 19h00, na Companhia das Artes, onde está prevista ainda uma dinâmica de construção de ‘balões de ar quente’ que permitam – a miúdos e graúdos – deixarem voar os seus sonhos. 

O livro ‘E Se…?’ é como uma viagem de balão pelo mundo da constante inconformidade humana, onde a fantasia ilustra o desejo e o sonho permanentes. A obra tem vindo a cativar miúdos e graúdos, uma vez que, apesar de ser uma história infantil, a narrativa tem várias mensagens que se podem extrair: uma mensagem de motivação que retrata a importância de acreditarmos que é possível realizarmos os nossos sonhos, que é importante sermos inconformados para nos permitirmos voar, sem medo, com ambição; uma mensagem de inspiração (nas crianças) pela sua curiosidade, bravura e imaginação. Tudo é possível aos olhos destemidos de uma criança. Perpetuar esta essência de criança em nós, é dar asas aos sonhos, é querer ser um herói, guerreiro e vencedor; e uma mensagem de reflexão universal – a eterna pergunta «E SE?» que nos faz escrever a nossa história pessoal pelas escolhas que fazemos, consequência ou não do livre-arbítrio: E se? E se eu fosse? E se eu tivesse feito de outra forma? E se tivesse escolhido aquele outro caminho? E se…?

Para a autora Raquel Garcez Pacheco,uma boa narrativa é aquela que gera conexão e comunica, de alguma forma, uma mensagem inspiradora. “Nesta história tentei, subtilmente, espelhar o mundo real através do mundo mágico dos sonhos. O encadeamento da narrativa retrata, simultaneamente, ambição, desejo, realização e, também, a importância da inconformação e da resiliência, no sentido de incentivar e motivar os pequenos leitores a correrem sempre atrás dos seus sonhos. 

A constante busca por uma perfeição que não existe, os “ses” da vida, tudo isto move as personagens de Raquel Garcez Pacheco, inspiradas em diversos contextos. Contextos e cenários reais, como a rota das amendoeiras no norte do país, ou a rota dos golfinhos no Sado, na região sul, factos informativos que a autora – formada em jornalismo – adiciona à história.  

Bárbara Neto, autora das ilustrações de ‘E Se…?’, revela que o projeto a permitiu “voar para o mundo imaginário dos sonhos”, onde tudo é possível: “Quando falei a primeira vez com a Raquel sobre a sua história, logo me vieram à cabeça grandes pinceladas em aguadas, leves e cheias de cor. Não podia ser nada muito real, nem muito descritivo, pois toda a história pertence a um mundo que não existe, mas que coexiste em todos nós, nos nossos sonhos. Os meus desenhos tentaram ir ao encontro dessa descrição que a Raquel faz a cada desejo, cada personagem.”

“Raquel Garcez Pacheco trouxe para a equipa da SANA paixão e empenho e Bárbara Neto a harmonia e serenidade das cores que ilustram esta maravilhosa obra. O livro ‘E Se…?’ traz mais valores aos valores que já existem na coleção infantil da Sana Editora”, sublinha Susana Freitas, coordenadora editorial da Sana Editora.

SINOPSE:

E se… um livro tivesse vida e, de repente, cansado de o ser, quisesse ser outra coisa? E se esse desejo fosse concedido? E se, num universo fantástico onde a imaginação é a rainha de todas as coisas, a magia transformasse o impossível em possível? E se alguém fosse eternamente insatisfeito e desejasse ser sempre algo mais? E se a ambição comandar o sonho? E se eu fosse um sapato um dia, noutro dia, um banco de jardim e no dia seguinte uma nuvem? E se…?

Este livro é como uma viagem de balão pelo mundo da constante inconformidade humana, onde a fantasia ilustra os desejos e os sonhos permanentes.

Atreves-te a vir voar?

Comentários

comentários

Powered by Facebook Comments

- publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.