Já falta menos de um mês para a noite do retumbante espetáculo de música e fogo-de-artifício que todos os anos reúne centenas de milhar de pessoas em Matosinhos e, por isso, está praticamente fechado o programa da Romaria do Senhor de Matosinhos, uma das maiores do país. A principal novidade da festa será a criação de um novo percurso que melhorará a circulação dos visitantes, mas a edição de 2018 desta secular romaria vai contar com outras inovações.

O espetáculo pirotécnico marcado para as 24 horas do dia 19 de maio contará, este ano, com uma originalidade de monta: uma parte dos 531.138 disparos de fogo-de-artifício terão como base uma torre de 80 metros de altura, a qual acrescentará ainda mais cor e emoção àquela que é sempre uma das grandes atrações da romaria. Serão usados, ao longo de cerca de 20 minutos, 7.142 artigos pirotécnicos, para produzir 26.557 disparos por minuto.

As explosões no céu de Matosinhos vão ser acompanhadas por uma banda-sonora que incluirá temas dos Expensive Soul e do GNR, duas bandas com conhecidas ligações a Matosinhos, e de Richie Campell e Aurea, que atuarão nos jardins da Biblioteca Municipal Florbela Espanca nas duas noites que antecedem o momento alto da romaria (a 17 e 18 de maio, respetivamente). Após o último rebentamento, escutar-se-á, pela primeira vez, a tradicional marcha do Senhor de Matosinhos.

Para além dos cabeças-de-cartaz, o programa da romaria será na sua esmagadora maioria garantido por artistas locais, incluindo os grupos de bombos e zés pereiras, ranchos folclóricos, grupos de cavaquinhos e fadistas. De assinalar ainda o regresso do encontro de coros organizado pelo Orfeão de Matosinhos, a realização de um concerto do coro e orquestra da Igreja da Lapa na Igreja do Bom Jesus de Matosinhos e os já habituais encontros de tunas e o festival de folclore.

De regresso às novidades, a abertura de um novo arruamento entre as ruas de Alfredo Cunha e da Misericórdia vai permitir criar um novo circuito das festas em torno do Parque 25 de Abril, que também aparecerá renovado, com novas áreas verdes e fontes. Aí, para além do Luna Park, acontecerá também, no dia 22, o imperdível Fogo de Bonecos, uma tradição pirotécnica única no país.

O novo percurso permitirá uma melhor circulação dos visitantes e também um maior desafogo da Avenida Afonso Henriques. Outra novidade será a transferência da centenária Feira da Louça para o Jardim Basílio Teles, diante dos paços do concelho. Toda a área contará com iluminações dinâmicas LED, alargando-se às principais entradas da cidade.