Porto / Post / Doc – cinema sensorial em destaque neste Festival do Porto

A terceira edição do Porto/Post/Doc propõe nove dias de um festival de cinema de dimensão internacional, centrado nas novas formas do cinema contemporâneo, com especial ênfase no documentário, e mais de cem atividades, divididas entre sessões, com filmes de diversos temas, debates, concertos, oficinas, aulas de cinema e festas.

Em 2016, o centro da programação é o cinema sensorial, um conceito que convoca novas tecnologias digitais e abordagens inovadoras ao mundo, o sensorial estará presente em diversos filmes, tanto na Competição como em outros programas. Mas o grande foco estará na retrospetiva que o festival dedica ao Sensory Ethnography Lab, da Universidade de Harvard, um dos laboratórios de documentários mais entusiasmantes da última década. A acompanhar este foco, serão exibidos os filmes poéticos da cineasta checa Jana Ševcíková, que tem investigado certas comunidades esquecidas do Leste Europeu. Será a primeira vez que é feita uma retrospetiva de Jana Ševcíková em Portugal e será, certamente, uma descoberta cativante.

Também em foco no Festival estará o cineasta brasileiro Eryk Rocha com uma retrospetiva integral do autor de uma secreta, mas poética filmografia, por onde passam os grandes acontecimentos da histórica recente do Brasil. Mostrará também, em estreia nacional, o muito aguardado filme “Cinema Novo”.
O Porto/Post/Doc conta com Direcção de Dario Oliveira, Daniel Ribas e Sérgio Gomes. Conta também, desde a primeira edição, com o apoio da Câmara Municipal do Porto e, desde o ano passado, com o apoio dos Vinhos Verdes que, agora, se assumem como patrocinadores do Grande Prémio Porto/Post/Doc by Vinhos Verdes, entre outras entidades parceiras.

A programação de 2016 do Festival integra cerca de 100 filmes de 31 países e quatro continentes, sendo que destes 41 são longas-metragens e 44 são curtas-metragens, três serão apresentados em estreia mundial, três em estreia europeia e o Festival terá um total de 39 estreias nacionais. O Festival vai contar com a presença de cerca de 200 convidados nacionais e internacionais: realizadores, produtores, directores de outros festivais, jornalistas, entidades parceiras.
Os bilhetes para o Festival custam quatro euros por sessão (dois euros para menores de 18 anos e maiores de 65 anos), enquanto os concertos Transmission têm um valor de cinco euros e para o “OP \/\/\ AMP Showcase” tem um custo de três euros.
A entrada é livre no Fórum do Real, Happy Hours e nas Festas Transmission (até à lotação dos espaços).

Comentários

comentários

Powered by Facebook Comments