Web Summit 2019 – Edward Snowden no Kick Off

Com certeza que este nome lhe é familiar. Edward Snowden, o analista de sistemas informáticos perseguido pelos Estados Unidos e acusado de espionagem irá ter honras de abertura na Web Summit deste ano. A organização do evento anunciou que Snowden irá participar através da transmissão de um vídeo em direto, a partir da Rússia, onde se encontra refugiado.

Snowden subiu à ribalta quando em 2013 denunciou um sistema de vigilância massiva que os Estados Unidos se preparavam para implementar sobre os seus cidadãos. Esta denúncia valeu-lhe uma acusação de espionagem, obrigando-o a fugir do país estando refugiado, desde então, em Moscovo, na Rússia. Durante a sua intervenção, na Web Summit, espera-se que Snowden aborde esta questão, falando sobre a sua experiência como analista na Agência de Segurança Nacional (NSA) e o que o levou a denunciar o sistema de vigilância que ajudou a construir.  

Snowden deverá também ter algumas palavras sobre o seu livro “Permanent Record”, publicado em setembro deste ano sob o selo da Pan Macmillan – até à data ainda sem edição em português anunciada – uma autobiografia que nos traz a história de um jovem inteligente que cresceu online até se tornar num espião e um whistleblowers (denunciante) já adulto.

Edward Snowden é atualmente presidente da comissão da Freedom of the Press Foundation, manifestando-se pela liberdade de expressão e lutando contra a censura sobre os meios de comunicação social e da imprensa. Recebeu vários prémios pelo seu serviço público, nomeadamente o Right Livelihood Award, German Whistleblower Prize, Redenhour Prize (categoria “Truth Telling”) e ainda a Medalha Carl Von Ossietzky.

Recentemente Snowden manifestou-se incrédulo perante a impassividade dos meios de comunicação nos estados Unidos, por estes não confrontarem os políticos que defendem os direitos e a proteção a “whistlbowers” com o facto de não se manifestarem em defesa de Daniel Hale, que se encontra em julgamento por ter denunciado um programa de drones altamente controverso.

Será sem dúvida uma intervenção que irá ficar na memória de todas as pessoas que marcarem presença nas bancadas da Altice Arena no dia 4 de novembro.

- publicidade -