Ismaily (à esquerda) foi o autor do golo do Sp. Braga
- publicidade -

 

Sp. Braga empata (1-1) com Udinese no play-off de acesso à Liga dos Campeões |   Ismaily (à esquerda) foi o autor do golo do Sp. Braga Estádio Axa 1ª Mão do Play-off da Liga dos Campeões Árbitro: Wolfgang Stark (Alemanha) Auxilia Global News Portugal
Ismaily (à esquerda) foi o autor do golo do Sp. Braga

Estádio Axa

1ª Mão do Play-off da Liga dos Campeões

Árbitro: Wolfgang Stark (Alemanha)

Auxiliares: Jan-Hendrik Salver e Tobias Weltz

Espectadores: Cerca de 16 000

SP. BRAGA 1

Beto; Salino, Douglão, Paulo Vinícius e Ismaily; Custódio e Hugo Viana; Alan (Cap.) (Rúben Amorim), Mossoró (Zé Luís) e Hélder Barbosa (Rúben Micael); Lima

Treinador: José Peseiro

UDINESE 1

Brkic; Benatia, Danilo e Domizzi; Basta, Pinzi, Willians, Pereyra (Badu) e Armero (Pasquale); Fabbrini (Maicosuel) e Di Natale (Cap.)

Treinador: Francesco Guidolin

Golos: Basta (23′) e Ismaily (68′)

O cinismo italiano numa exibição de gala do Sp. Braga

O Sp. Braga estreou-se nas competições europeias desta época e pode dizer-se que não defraudou as expectativas, à excepção de não ter conseguido vencer os italianos.

Na 1ª mão do play-off da Liga dos Campeões, os arsenalistas entraram melhor no jogo, muito pressionantes, mas sem conseguirem materializar o ascendente. Aproveitando-se disso mesmo, a equipa italiana chegou à vantagem através de uma bola parada. Di Natale (os anos parecem não passar por ele) cobrou um livre sobre a direita e o sérvio Basta subiu mais alto e cabeceou para o fundo das redes.

A atitude do Sp. Braga não se alterou, até porque era a formação com sinal + no encontro. No segundo tempo, a formação de José Peseiro continuou por cim, mas forma os italianos que ainda obrigaram Beto a duas defesas consecutivas de enorme qualidade, após um cabeceamneto de Pinzi e uma recarga de Di Natale

Ismaily avisou a defesa italiana de que esta era também a sua noite, com um remate fortíssimo ao lado poste. Pouco depois, aos 68 minutos, o brasileiro que actuava no Olhanense ecnheu-se de fé e enviou a bola ao ângulo superior esquerdo da baliza de Brkic.

Um momento alto para ser visto nas televisões de todo mundo e que dava alguma justiça ao que se passava dentro do camçpo. A Udinese remeteu-se quase exclusivamente à defesa, durante o segundo período, e foram os bracarenses que estiveram sempre perto de poderem desfazer a igualdade. Rúben Micael e Lima ainda tiveram nos pés a oportunidade de darem a vitória à sua equipa, mas o guardião Brkic foi melhor.

Um resultado amargo para a produção do Sp. Braga, mas que dá boas chances à formação portuguesa no jogo de Udine, na próxima terça-feira (28 de Agosto).

Em jogo está o prestígio desportivo, mas também financeiro. Quem passar à fase de grupos da Liga milionária recebe um total de 10,7 milhões de euros (2,1 milhões por estar no play-off e mais 8,6 em caso de apuramento).

Comentários

comentários

Powered by Facebook Comments

- publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.