- publicidade -

O Teatro é o lugar que devolve ao Homem a importância sobre o seu destino,

                                                                                                                                                                   António Grassi

Namíbia Não! | O Teatro é o lugar que devolve ao Homem a importância sobre o seu destino,                                                                                 Global News Portugal

 Ano de 2016: na cidade do Rio de Janeiro o governo decreta que todos os cidadãos de raça negra sejam deportados para África. Desta dita os primos André (Sergio Menezes) e António (Aldri Anunciação), estudantes de Direito e Diplomacia, respetivamente, vêm-se  confinados às quatro paredes de um apartamento devido à sua “melanina acentuada”. O espaço paradoxalmente branco, contrasta com a cor das personagens que juntos discutem a situação dos negros num Estado onde predominam a “Ordem e Progresso”.

Partindo de uma situação hipotética, a peça “Namíbia Não!”, retrata várias entidades de renome brasileiro cuja “melanina acentuada”, aliada ao racismo é discutida com uma boa dose de humor, pois o riso, como explica Aldri Anunciação,  é “uma das melhores formas de se chegar ao coração das pessoas”.

O dia 29 maio sagrou-se com o arranque do 36º  FITEI – Festival Internacional de Teatro e Expressão Ibérica com uma peça que apela à reflexão e que através da analepse provoca em pleno século XXI uma inversão do deslocamento forçado vivido pelo povo africano do Brasil escravocrata.

Este ano o FITEI dá ênfase à cultura brasileira, uma vez que 11 das 14 peças do Festival são originárias do Brasil e apesar dos constrangimentos financeiros, mencionados pelo presidente da direção do FITEI, Mário Moutinho, muitas companhias estão presentes no festival mesmo sem remuneração. Esta escassez de apoios não foi impedimento para que o festival fosse realizado em pleno, tornando-se uma inspiração para todo o mundo, pois nas palavras de Ana Luísa Amaral, “O teatro é um motor para o pensamento crítico da vida”.

Comentários

comentários

Powered by Facebook Comments

- publicidade -