Conhecimento e informação dão o mote para a Queima do Judas de Vila do Conde

- publicidade -

A QUEIMA DO JUDAS, que este ano completa 14 edições, é um espetáculo comunitário de rua e multidisciplinar, que transporta e funde as linguagens do teatro
de rua, do novo circo, da dança, da música, do vídeo, da fotografia, da literatura entre outras formas de expressão.

O espectáculo final da QUEIMA DO JUDAS é resultado das várias colaborações e
parcerias artísticas realizadas junto da comunidade de Vila do Conde: instituições, associações, grupos informais e artistas nacionais e internacionais.

A essência deste ritual, que celebra a passagem do Inverno para a Primavera e a
libertação dos males da sociedade através do fogo sagrado, será como sempre o mote de partida.

Este ano a QUEIMA DO JUDAS inspira-se no tema CONHECIMENTO e INFORMAÇÃO.

Conhecimento e informação são dois termos com significados distintos, mas que
muitas vezes são confundidos. Numa definição muito simples, o conhecimento é a
informação processada e transformada em experiência pelo indivíduo. Por outro lado,
a informação é constituída por factos conhecidos ou dados acerca de alguém ou de
algo. Numa época em que tudo tem de ser imediato, em que a própria informação é
transmitida primeiro e só depois verificada a sua autenticidade, o conhecimento, ao
implicar tempo e sistematização, vê-se relegado para um segundo plano.

À NOITE É QUE É BOM
É assim que se apresenta este programa de televisão, num modelo facilmente
reconhecível, desses que preenchem as manhãs e as tardes de uma grande faixa da
população. Aquilo que inicialmente foi concebido como um espaço de entretenimento, transformou-se num espaço apetecível de venda de ideias, produtos e até pessoas. A objectividade foi substituída pela emoção. A sua recepção está contaminada pelos mecanismos da criação ficcional. Tudo parece, mas pouco acontece.

E longa se apresenta esta noite, de ignorância, de manipulação. Apesar da mentira ser tão velha quanto o Homem, nunca foi tão fácil disseminá-la. A velocidade da
tecnologia inibe a verificação dos factos. Tanta informação e tão pouco conhecimento.
E a memória, cada vez mais curta.

E é à noite que as chamas revelam a sua beleza e poder. E será, mais uma vez, na noite de Sábado de Aleluia, que o Judas será sacrificado em nome da renovação, em nome dessa Primavera que, desde a primeira edição em 1999, buscámos. Essa metáfora de um mundo melhor. E que a transformação comece. Aqui mesmo, no Centro de Memória de Vila do Conde.

A QUEIMA DO JUDAS acontece no sábado 20 de abril, no Centro de Memória, ás 22h.

DANÇAS CIRCULARES | oficina formação
As Danças Circulares são uma expressão artística que sempre esteve presente na
história da humanidade – nascimento, casamento, plantio, colheita, chegada das
chuvas, primavera, morte – e refletiam a necessidade de comunhão, celebração e
união entre as pessoas. Esta formação tem como objetivo criar um momento coreográfico coletivo no final do espetáculo.
datas:
7 abril às 16h00 – domingo
14 abril às 16h00 – domingo
formadora: Joana Martins (professora, bailarina e artista de circo)
local: Bombeiros Voluntários de Vila do Conde – Rua D. Sancho I

Comentários

comentários

Powered by Facebook Comments

- publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.