A decisão de avançar com a criação desta estrutura assentou na constatação do aumento do número de animais de estimação na cidade, nomeadamente os cães, o que tornou evidente a necessidade de criar zonas específicas destinadas ao recreio e atividades destes animais, por forma a fomentar a sua saudável e segura permanência no espaço público sem o uso de trela.


A implementação de dois parques caninos no Jardim de Paulo Vallada (também conhecido por Jardim das Pedras), um para cães de maior porte e outro para cães de menor porte, visa inaugurar a instalação deste tipo de equipamentos no Porto e corresponder a uma ânsia da população de poder ter um local onde possa largar em segurança os seus cães.


Estes espaços são vedados e têm por objetivo permitir aos cães correr e brincar livremente, sem o uso de trela, mas de acordo com as regras estabelecidas e afixadas em painel próprio no local.


Na entrada de cada parque, localiza-se uma antecâmara para que os donos possam tirar as trelas. A vedação será constituída por painéis em madeira, configurando um espaço aprazível e de saudável integração no Jardim de Paulo Vallada.


Os parques serão dotados de diferentes equipamentos em madeira que permitem aos animais fazer exercícios em salto, em rampa ou em paliçada, de modo a promover o exercício físico, agilidade e destreza. Contemplam, igualmente, uma caixa de areia para que os cães possam escavar.


De modo a criar um ambiente com sombra, irá proceder-se à plantação de espécies arbóreas na sua envolvente, mantendo-se o relvado existente.
Além disso, o espaço irá contemplar a colocação de bancos em betão, bebedouros para humanos e bebedouros para caninos e papeleiras com dispensador de sacos para recolha e deposição de dejetos.


Esta obra, em execução pela empresa ERESERV, tem como prazo de duração 60 dias e corresponde a um investimento de 38 400 € + IVA. O Município irá avaliar e monitorizar a instalação e a utilização do novo equipamento por forma a avaliar uma eventual expansão da rede de parques caninos na cidade.

Comentários

comentários

Powered by Facebook Comments